Afastamento de Aécio Neves não é cumprido pelo Senado

Escrito por:
Sem ser incomodado
(Internet)

Decorridos mais de 20 dias após o Supremo Tribunal Federal (STF) determinar que Aécio Neves (PSDB-MG) fosse afastado do mandato, o Senado Federal ainda não cumpriu a decisão da Corte, cita matéria da Folha de São Paulo de hoje.
Se o tucano comparecesse a uma das sessões, estaria apto para votar, pois seu nome permanece no painel de votação e na lista de senadores em exercício do site do Senado, além de seu gabinete estar funcionado, normalmente.
Não está claro ainda, por exemplo, se Aécio continuará recebendo sua remuneração de R$ 33.763 mensais e os demais benefícios.
Segundo o diário paulistano, desde quinta-feira (8) a reportagem está tentando manter contato com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), sua assessoria e a assessoria do Senado, questionando as razões do descumprimento da decisão do STF. Não houve resposta, em nenhuma das tentativas.
Em dezembro de 2016, lembra a Folha, o Senado descumpriu ordem do STF quando o ministro Marco Aurélio Mello determinou o afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL), da presidência da Casa. Na ocasião, a Mesa não deu prosseguimento à decisão e Renan não assinou a intimação. A decisão acabou derrubada por maioria do plenário, após o Senado recorrer.
Da Redação com Folha de São Paulo

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *