Ainda no cargo

Escrito por:
Medeiros vive seus últimos dias como senador
(Geraldo Magela/Agência Senado)

O rondonopolitano José Medeiros (Podemos) ainda permanece no cargo de senador, apesar de ter tido o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT), em razão da fraude nas suplências, na ata da coligação que apoiou Pedro Taques (PSDB) ao governo do Estado, em 2010.
Para que o empresário Paulo Fiúza (PV) – primeiro suplente, pela ata verdadeira – tome posse, o TRE/MT deve notificar o Senado quanto à cassação do mandato de Medeiros.
Fiuza já foi diplomado pelo tribunal eleitoral na quarta-feira e tentou ontem assumir o cargo em Brasília. Entretanto, deverá esperar os trâmites legais para enfim assumir o curto mandato, que se encerra em dezembro próximo.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *