Blairo Maggi transforma coração de MT, num feudo familiar

Escrito por:
Grupo do ministro amplia espaço em MT
(Midiamax)

O comparativo das classes sociais no Brasil não deixa nada a dever às castas indianas, que com pequenas diferenças evidencia muito bem o distanciamento entre a “casa grande e a senzala”.
Segundo o site O Livre, o senador licenciado e atual ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Borges Maggi (PP-MT), um dos donos do sólido conglomerado agropecuário familiar Amaggi em Mato Grosso, adquiriu por R$ 2,2 milhões a fazenda Itamarati Norte, que era do espólio do empresário Olacyr de Moraes, o primeiro “Rei da Soja”, que morreu em 2015 aos 84 anos de idade.
Localizada no município de Campo Novo do Parecis em Mato Grosso, a propriedade possui 105 mil hectares e equivale a 147 mil campos de futebol do tamanho do Estádio do Pacaembu, sendo 55 mil hectares destinados à agricultura e o restante à pecuária e a reserva ambiental.
O Grupo Amaggi, cita o site, já era arrendatário desde 2002 da propriedade que nos anos 80 se tornou símbolo do desenvolvimento de Mato Grosso e do potencial agrícola do Centro-Oeste brasileiro e está em negociação para adquirir a totalidade das ações do capital social da Companhia Agrícola do Parecis (Ciapar), que detém, dentre outras propriedades, a Fazenda Itamarati Norte.
A fazenda possui onze pistas para pousos e decolagens, hangar e dezenas de silos, e uma vila residencial com toda a infraestrutura, que abriga centenas de funcionários da unidade.
De acordo com Blairo Maggi, a intenção é emancipar o local e transformá-lo em mais um município, a exemplo do que aconteceu com o município de Sapezal, desmembrado de Campo Novo do Parecis em 1994, cuja área foi colonizada pelo pai do ministro, André Antonio Maggi na década de 80, tendo sido seu primeiro prefeito.
Em agosto do ano passado, Michel Temer (MDB) autorizou a mudança do traçado da BR-242 (leia aqui) para que a rodovia federal “corte” uma das fazendas do Grupo Amaggi , viabilizando ainda mais a expansão do controle daquela área pela empresa da família do ministro, reforçada com a aquisição, agora, da Fazenda Itamarati Norte.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *