Bolsonaro libera R$ 1 bilhão para comprar votos da Reforma da Previdência

Escrito por:
Tática de persuasão volta a ser usada
(CD)

Mesmo negando que iria seguir a mesma linha de seu antecessor golpista Michel Temer (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) liberou ontem, R$ 1 bilhão em emendas parlamentares, em troca de votos pela aprovação de sua reforma da Previdência; moeda de troca muito utilizada em período de pré-votação, o que não deixa de cheirar a propina política.
Conforme reportagem da Folha de São Paulo, o governo Bolsonaro tinha a intenção de pagar todas as emendas, que somam R$ 3 bilhões. Mas apenas parte delas- que representam R$ 1 bilhão-, tinha cumprido todos os requisitos.
O líder do governo na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo (PSL-GO), disse que o restante pode ser liberado ainda neste ano. “Hoje, foi liberado parte desses recursos. Deve ter sido liberado pelos ministérios e vai chegar para os beneficiários, a partir da semana que vem’, disse o deputado.
Dos R$ 1 bilhão que foram liberados, R$ 700 milhões se referem a emendas individuais e R$ 300 milhões são de emendas apresentadas por bancadas.
Bolsonaro ainda tem na agulha, os R$ 2 bilhões para serem liberados.
E enquanto isso, o país vai de mal a pior!
Da Redação com Plantão Brasil


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *