Carlos Bezerra está entre os 39 que “salvaram” Temer

Escrito por:
Bezerra, mais uma vez, votou a favor de Temer
(Divulgação/ PR)

Na tarde de hoje, mais uma vergonha passou a fazer parte da história da Câmara dos Deputados: 39 dos 66 membros da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovaram o parecer do relator, deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), contrário à denúncia por obstrução de Justiça e organização criminosa, encaminhada pela Procuradoria Geral de Justiça (PGR), contra Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral).
A votação registrou somente uma abstenção.
Votação em plenário
A denúncia só seguirá para julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF), se receber o apoio de pelo menos 342 deputados, o equivalente a dois terços do total de 513 parlamentares da Casa, conforme determina a Constituição Federal (CF).
Segundo o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, a denúncia será analisada no plenário da Casa na próxima semana.
Mato Grosso
Entre os 39 votos favoráveis a Michel Temer, está o do deputado federal por Mato Grosso, Carlos Bezerra (PMDB), único mato-grossense na CCJ e amigo de longa data do golpista, que tem sua esposa Teté Bezerra, respondendo por alto cargo no Ministério do Turismo.
Os deputados do PSDB devolveram hoje a Temer, os votos que o PMDB deu ontem no Senado, para que Aécio Neves (PSDB-MG) retornasse, plenamente, ao mandato.
Segundo o jornalista Josias de Souza, colunista do UOL, Michel Temer liberou R$ 200 milhões em emendas a senadores, para salvar o mandato de Aécio Neves.

Continue Lendo


um comentário

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *