Começou a “pegar fogo no parquinho”

Protesto deve desencadear outros (Marreta Urgente)
Protesto deve desencadear outros
(Marreta Urgente)

Como já era de se esperar, a vergonhosa votação que acabou no arquivamento pela Câmara Municipal de Rondonópolis na sessão extraordinária do dia 22, da criação da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que visava apurar possíveis “imbróglios” nas aquisições de materiais emergenciais e de ventiladores pulmonares falsos pelas secretarias municipais de Saúde e de Administração, começou a gerar reações populares, como a que aconteceu ontem pela manhã, na Praça Brasil.
No protesto, foram dispostos 10 metros de pizza que ficaram à disposição de quem passava pelo local, numa clara alusão ao resultado da sessão que não foi bem “digerido” pela sociedade local.
Com banner mostrando os vereadores que votaram contra a abertura da CEI e que são alinhados à administração de Zé Carlos do Pátio (SD), o ato é apenas o começo de outros que deverão culminar em uma Ação Popular, respaldada principalmente pela decisão do Pleno do TCE-MT, no dia 26 (leia matéria, aqui), que homologou a medida cautelar interposta pelo Ministério Público Estadual (MPE), suspendendo, temporariamente, a dispensa de licitação nº 38/2020 da Prefeitura de Rondonópolis, que previa a contratação de produtos de limpeza para enfrentamento à pandemia de coronavírus, no valor de R$ 597 mil, por indícios de ter havido superfaturamento de preços.
Além de terem “queimado seus filmes”, os vereadores que votaram contra a CEI deram uma claríssima demonstração de desserviço a Rondonópolis, o que contraria diretamente as atribuições pertinentes aos cargos que ocupam.
Lembramos aos “nobres” vereadores que assim agiram, que não adianta perder tempo tentando justificar seu posicionamento contrário ao que deseja a população, os quais parece que se esqueceram do ditado popular que diz que “quem está na chuva, é prá se molhar”.
Fica a dúvida, se esqueceram ou não se importaram!