Conheça 8 sinais de má circulação sanguínea

Escrito por:
(Arte: Internet)

Se você tem pés e mãos frias e uma sensação de formigamento, pode ser que você esteja com sinais de má circulação sanguínea. Se o fluxo de sangue em seu corpo for reduzido por algum motivo, você também pode sofrer outras complicações de saúde. Por exemplo, sabe-se que a circulação sanguínea deficiente pode causar tonturas, fadiga, perda de cabelo, e até mesmo resultar em distúrbios digestivos.
A cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), cita oito sinais de má circulação sanguínea, que servem para idosos e para pessoas de todas as idades. “É importante estar atento aos sinais”, alerta ela.
Sinais
Os sinais de má circulação sanguínea podem não ser instantaneamente óbvios, mas os resultados podem ser sérios. “Se os tecidos do corpo e os órgãos vitais não recebem um suprimento adequado de sangue, você poderia acabar com coágulos de sangue, inchaço, um sistema imunológico enfraquecido e até perda de memória”, comenta a médica. A médica lista alguns sintomas diferentes da má circulação sanguínea que, dependendo da gravidade do processo circulatório enfraquecido, eles podem ser múltiplos.
Entorpecimento e formigamento nos membros — Este é um dos sintomas mais comuns. A circulação fraca causa pés ou mãos frias juntamente com entorpecimento. Se sangue suficiente não atingir seus membros, você também pode sentir também agulhadas.
Função cognitiva prejudicada — O fluxo sanguíneo inadequado também pode afetar a função do seu cérebro, causando perda de memória e dificuldade de concentração. Seu cérebro precisa de um fluxo constante de sangue para mantê-lo funcionando corretamente. De acordo com o Journal of Geriatric Cardiology, a redução do fluxo sanguíneo cerebral, uma queda na quantidade de sangue sendo bombeada ao redor do corpo, e as alterações da pressão arterial são os principais fatores no déficit cognitivo.
Problemas digestivos — Sim. A circulação sanguínea ruim pode realmente causar problemas digestivos. Como todas as outras funções corporais, o sistema digestivo também precisa de um bom suprimento de sangue para fazê-lo funcionar corretamente. “O depósito de matéria gordurosa nas paredes dos vasos sanguíneos restringe o fluxo sanguíneo na região abdominal. A má circulação pode causar dor abdominal, diarreia ou fezes sangrentas”, alerta a médica.
Fadiga — Os músculos também precisam de sangue suficiente para mantê-los funcionando corretamente e evitar a fadiga muscular. Um fluxo de sangue mais lento em torno de seu corpo afeta seus níveis de energia e faz você se sentir cansado mais rápido à medida que seu coração se esforça mais para manter o sangue circulando. A médica informa que uma redução no sangue rico em oxigênio pode causar fadiga muscular.
Alterações da pele — Em pessoas com pouca circulação, os pés e as pernas frequentemente parecem pálidos quando deitados ou sentados com os pés elevados. Quando os pés estão no chão, no entanto, tanto os pés como as pernas geralmente aparecem em vermelho escuro. Este sinal é conhecido medicamente como rubor dependente.
Dor — Dependendo da razão da má circulação, você também pode ter dor em suas pernas ou mãos. De acordo com Dra. Aline, “a dor nas pernas geralmente piora durante a caminhada, assim a pessoa é obrigada a fazer pausas para conseguir terminar o trajeto — a isso chamamos claudicação intermitente. Além de causar dor, a circulação sanguínea ruim também pode causar cãibras musculares”.
Inchaço — O inchaço também é um sintoma comum de má circulação sanguínea nas pernas de pessoas que sofrem por causa do fluxo sanguíneo de suas pernas de volta ao coração (edema). Ou o inchaço pode ser um sinal de doença cardíaca onde o coração não pode circular sangue suficiente ao redor do corpo. Para prevenir a circulação sanguínea e manter um sistema vascular saudável, é importante manter um peso saudável. Quilos extras coloca mais pressão sobre o coração e reduz o fluxo sanguíneo em todo o corpo.
Diabetes — Diabetes pode causar doença arterial periférica que pode afetar o fluxo sanguíneo para órgãos vitais do corpo. Se você tem diabetes, também deve cuidar bem dos seus pés. A médica lembra que níveis elevados prolongados de glicemia podem danificar os vasos sanguíneos e causar um acúmulo de placa. Recomenda-se também manter a pressão sanguínea adequada e níveis baixos de colesterol para manter a circulação sanguínea saudável.
Como tratar
Se você tem sinais de um sistema circulatório insuficiente, primeiramente procure um médico, mas conheça algumas maneiras práticas de impulsionar a circulação sanguínea naturalmente.
– Exercício. Mantendo-se apto e saudável é uma ótima maneira de fortalecer seu coração e obter mais sangue fluindo através de seu corpo.
– Massagem. Você pode ajudar a se livrar dos sintomas de má circulação massageando suas pernas para aumentar o fluxo sanguíneo. Isso também pode ajudar a melhorar as varizes naturalmente. Você também pode tentar alguns dos meus óleos essenciais para o tratamento de varizes.
– Gerencie os níveis de estresse. Quando você está sob estresse, seu fluxo de sangue cai. Então, tente gerenciar o estresse melhor para melhorar a circulação sanguínea em seu cérebro e em todo o resto do corpo.
– Pare de fumar. Parar de fumar tem muitos benefícios para a saúde, incluindo aumentar o fluxo sanguíneo através das veias e fortalecer seu coração.
– Coma corretamente. Apreciar uma dieta de frutas e vegetais saudáveis ajudará a fortalecer seu coração e a prevenir os sinais de fluxo sanguíneo fraco.
“Embora a circulação fraca possa causar uma variedade de sinais e sintomas, muitas pessoas permanecem em grande parte assintomáticas até que a condição atinja um estágio avançado. Além disso, os sinais e sintomas podem ser facilmente ignorados ou atribuídos a outra causa, uma vez que se desenvolvem gradualmente. Portanto, é importante prestar atenção ao seu corpo e consultar o médico regularmente para um diagnóstico preciso”, conclui a médica.
NotíciaaoMinuto

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *