Coronavírus pode ter feito a primeira vítima em Rondonópolis

Escrito por:
Chegada do idoso ao Hospital Regional
(Marreta Urgente)

Informações extra-oficiais veiculadas no final da manhã de hoje (25), dão conta que o coronavírus pode ter feito sua primeira vítima em Rondonópolis.
Trata-se de um idoso de 67 anos – morador na zona rural do município -, que havia sido internado na UPA com sinais de gripe e falta de ar, dois dias após o provável contágio ter sido adquirido em um estabelecimento atacadista da cidade, onde o idoso teria feito compras antecipadas, frente à pandemia do Covid-19 no país e no mundo.
As informações ainda não confirmadas, revelam ainda que a suposta vítima, diante do agravamento de saúde, foi removida no início da manhã de hoje para o Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, onde teria chegado com um quadro agudo de pneumonia e com febre acima dos 40 graus, tendo vindo a óbito por parada cardiorrespiratória.
O blog Estela Boranga comenta obteve também a informação, colhida de fonte segura,  de que foi realizado no idoso, ainda nas dependências da UPA, um exame radiológico dos pulmões, que não  teria acusado vestígios do coronavírus em seu organismo.
No intuito de esclarecer à população, mesmo que de modo ínfimo, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu a seguinte nota de esclarecimento:
“Nota de esclarecimento
A Secretaria Municipal de Saúde informa que na segunda-feira (23), um paciente de 67 anos deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com sintomas respiratórios, foi estabilizado pela equipe médica e transferido ao Hospital Regional de Rondonópolis.
A equipe médica da UPA recolheu material do paciente para exames para a Covid-19 (coronavírus) em função de sintomas suspeitos da doença. Desde a segunda (23), o paciente integra o quadro de casos suspeitos no município.
A Saúde ressalta, no entanto, que até o final da manhã desta quarta-feira (25), o Hospital Regional de Rondonópolis não fez nenhuma notificação para a Vigilância Epidemiológica do município, sobre o paciente.
A Secretaria de Saúde esclarece que os casos suspeitos de coronavírus devem ser notificados pelos hospitais à Vigilância Epidemiológica.
Gabinete de Comunicação Social – Prefeitura de Rondonópolis”.
Portanto, reportamos o fato sob a condição extra-oficial, no aguardo de manifestação definitiva a respeito do assunto, por parte do Comitê Gestor de Crise de Rondonópolis.
Até porque, a confirmação de óbito pelo coronavírus necessita de laudo do Lacen, para onde foram enviadas amostras colhidas do corpo do idoso para os devidos exames, cujo resultado demanda cerca de 7 dias para ser conhecido.
Além do mais, o idoso pode ter sido vitimado pela gripe Influenza (H1N1), que possui sintomas parecidos com os do Covid-19.
Assim sendo, a população não deve entrar em pânico, aguardar a confirmação oficial e permanecer em suas casas, sob isolamento social.


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *