Cotas inativas do PIS/Pasep são liberadas para todas as idades

Escrito por:

Num momento “bate e assopra”, o governo golpista de Michel Temer liberou em janeiro deste ano, o pagamento das cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), para pessoas com 60 anos ou mais, que desde suas criações, em 1971, só podiam ser sacados quando os trabalhadores completassem 70 anos, se aposentasse ou tivesse doença grave ou invalidez.
Agora, no final de maio, o saque foi estendido a todas as faixas etárias, que o poderão fazê-lo até o dia 29 deste mês, com a possibilidade ainda do governo estender esse prazo até 28 de setembro, tendo direito ao saque as pessoas que trabalharam com carteira assinada antes da Constituição Federal (CF) de 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep, a partir de hoje (4).
Como devemos ficar com um “pé atrás” em relação a Temer e se acreditar que há bondade em ações que  partam dele , mas sim prováveis “terceiras intenções”, já que a liberação das cotas inativas, tanto do PIS/Pasep quanto do FGTS, apesar de folgar o bolso dos brasileiros, não passa de uma forma de ajudar os empresários, sobremaneira os da construção civil, que estavam com obras de empreendimentos imobiliários, paradas por falta de compradores.
Com informações Agência Brasil

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *