Debandada na Assembleia Legislativa

Escrito por:
Quase metade dos deputados mudará de partido
(Primeira Página)

Com a abertura da janela partidária – período de 30 dias, em que deputados estaduais e federais podem trocar de legenda, sem o risco de punição – no dia 08 deste mês, 11 dos 24 deputados estaduais de Mato Grosso preparam-se para deixar as siglas partidárias pelas quais se elegeram.
Deixam o PSD do vice-governador Carlos Fávaro, os deputados Leonardo Albuquerque – vai para o SD; Gilmar Fabris – vai para o DEM; Ondanir Bortolini, o Nininho, Pedro Satelite e Wagner Ramos devem ir para o PSDB;
Eduardo Botelho (PSB), Mauro Savi (PSB), Oscar Bezerra (PSB), Max Russi (PSB) e Adriano Silva (PSB) também deverão mudar de partido, com Botelho e Adriano Silva indo para o DEM.
Já Allan Kardec, do PT, irá se filiar ao PDT.
Será que na atual conjuntura política, mais as “capivaras” que alguns têm com a Justiça, mudar de partido lhes garantirá a reeleição?
Da Redação com Diário de Cuiabá

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *