Desestruturação da gestão Zé Carlos teria “dedo” de Percival

Escrito por:
Mesmo sem cargo político, o “Barba” não desiste
(Imagem: Internet)

Decorridos mais de seis meses da atual gestão municipal, as tentativas de desestruturação de Zé Carlos do Pátio (SD), à frente da Prefeitura de Rondonópolis, afora o cometimento de atos próprios, continuaria a ser perseguida pelo ex-prefeito Percival Santos Muniz (PPS), ainda inconformado pela derrota nas urnas em outubro do ano passado.
Informações chegadas ao blog, dão conta que dia desses um vereador do partido de Zé Carlos e participante de sua base de sustentação na Câmara Municipal, foi visto em conversa reservada com o atual secretário de Administração do Poder Legislativo, Eduardo Weigert Duarte, que participou da gestão passada  e é um dos restritos fiéis escudeiros do ex-prefeito.
O contato teria sido antes da votação do aumento do IPTU pelos vereadores, que foi derrotado por unanimidade na sessão de quarta-feira da semana passada.
Não é de hoje que se sabe que o “Barba” – mesmo cambaleante politicamente – , não quer se dar por vencido. E, se não pode continuar sob as luzes dos holofotes, age nas sombras.
As nomeações de Eduardo e do ex-vereador Fulô – que sempre se perfilou ao lado de Percival, quando detinha mandatos – para cargos no Poder Legislativo, não seriam somente para garantir emprego e um polpudo salário, mas sim para que Percival continue a querer ditar regras, em Rondonópolis.
E, se aproveitando do fato que Zé Carlos “não senta para acertos”, o que estaria gerando descontentamento entre os eleitos, Percival entra de “sola” e não perde tempo.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *