Doação ao Internacional

Elusmar fez doação pessoal ao Inter
Elusmar fez doação pessoal ao Internacional

Elusmar Maggi Scheffer, um dos quatro sócios do Grupo Bom Futuro, cuja matriz se localiza em Cuiabá (MT), virou destaque na tarde de ontem, no noticiário esportivo do país, pela doação de R$ 1 milhão feita para o Sport Clube Internacional, de Porto Alegre (RS).
A doação será utilizada no pagamento de multa ao Flamengo (RJ), para que o lateral Rodinei – que pertence ao time da Gávea e está emprestado ao colorado gaúcho – possa jogar a partida que ambos disputam amanhã, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro de Futebol.
O empresário, que é ardoroso torcedor colorado, assinou termo repassando o valor ao clube sem qualquer tipo de contrapartida e também afirmou que bancará um bicho aos jogadores, caso o alvirubro da capital gaúcha vença o jogo.
O Internacional tem 69 pontos e o Flamengo 68 e se o time de Porto Alegre vencer a partida, será campeão antecipado da competição.
A diretoria do Sport Clube Internacional manifestou seu agradecimento, pelo Twitter e no site oficial do clube.

Doador
Elusmar Maggi Scheffer é primo do ex-governador, ex-senador e ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e é um dos quatro sócios do Grupo Bom Futuro, que há mais de 30 anos fincou raízes em Mato Grosso – inicialmente em Rondonópolis -, com atuação nas área de agricultura, pecuária, piscicultura, sementes, energia, aeroportuário e imobiliário, com destaque mundial em produtividade sustentável.
A empresa ainda detem um do maiores passivos do agronegócio, a nível nacional e mundial.