Dobradinha Debi e Loide

Escrito por:
A “caixa e a caçamba”
(Brasil 247)

Com a desistência de Magno Malta (PR) e do general Augusto Heleno, desautorizado pelo PRP para compor chapa com o Jair Bolsonaro (PSL), ganha força a tese de que a vice do “cara que comia gente”, venha a ser Janaína Paschoal, a advogada que assinou a peça fictícia do impeachment de Dilma Rousseff, segundo o jornalista George Marques publicou ontem, em sua conta no Twitter.
O jornalista também destacou que, sem conseguir agregar apoio de outros partidos, Bolsonaro “pode ser trucidado pelos adversários, perigando nem ir para o segundo turno”.
O PSL, partido do candidato, possui apenas 12 segundos de tempo de televisão.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *