E depois de janeiro?

Escrito por:
Do TRF4 sairá a decisão sobre Lula
(Zero Hora/Clic RBS)

A decisão ontem à tarde, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre (RS), de marcar para o dia 24 de janeiro de 2018, o julgamento da apelação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT), contra a sentença do juiz federal Sérgio Moro no caso do triplex do Condomínio Solaris, localizado no Guarujá (SP), poderá mudar o curso da história política do país e sabe-se lá mais o que, que daí poderá advir.
A celeridade do TRF4 em marcar o julgamento de Lula, em segunda instância, abriu margem a apreensões dando conta de que possa estar em curso, uma tentativa de deter o avanço do ex-presidente para uma candidatura a Presidente em 2018, uma vez que – conforme a decisão do tribunal – Lula poderá ser preso.
Prolatada em julho deste ano, a sentença de Moro condena Lula a 9 anos e 6 meses de prisão, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, por entendimento de que as reformas executadas no apartamento pela empresa OAS provam que o imóvel era destinado ao ex-presidente, com recursos usados pela empreiteira em razão de desvios da estatal.
Na apelação, a defesa de Lula sustenta que a análise de Moro foi “parcial e facciosa” e “descoberta de qualquer elemento probatório idôneo”. O magistrado teria falhado ao estabelecer a pena com base apenas na “narrativa isolada” do ex-presidente da Construtora OAS José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, sobre “um fantasioso caixa geral de propinas” e a suposta aquisição e reforma do imóvel.
Nota
Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, diz que “até agora existia uma discussão sobre uma condenação imposta ao ex-presidente Lula em primeira instância sem qualquer prova de sua culpa e desprezando as provas que fizemos da sua inocência. Agora temos que debater o caso também sob a perspectiva de violação da isonomia de tratamento, que é uma garantia fundamental de qualquer cidadão. Esperamos que a explicação para essa tramitação recorde, seja a facilidade de constatar a nulidade do processo e a inocência de Lula”.
Da Redação com Agência Brasil

Continue Lendo


um comentário

  1. AI, AI, AI, AI, IAIIAI. . . Tá chegando a hora! o Lula vai em cana . . .
    E será apenas o começo. Tem mais seis processos para dar ao biltre mais uma “porrada” de cadeia.
    Esse asqueroso disse, plagiando o Zagallo, num evento em Vitória-ES que: “ELES TERÃO QUE ME ENGOLIR”. Depois, descobriu-se, que era um singelo recado para os carcereiros da PF em Curitiba.

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *