Empresários de Rondonópolis são presos na “Operação Crédito Podre”

Escrito por:
Empresários participavam de esquema fraudulento
(Mídia News)

Os empresário rondonopolitanos Theo e Marcelo Medina, sócios-proprietários da empresa Vigor Cereais, foram presos ontem, pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), juntamente com outros sete empresários de Mato Grosso, na segunda fase da “Operação Crédito Podre”,  que apura fraude em recolhimento de ICMS no Estado na comercialização de cereais.
Os detidos são os mesmos que foram presos em dezembro do ano passado e soltos um mês depois, na primeira fase da operação, pela juíza Selma Arruda, que se aposentou na semana passada.
Demais presos
A operação ocorreu em Cuiabá, Rondonópolis, Sorriso, Primavera do Leste, Campo Verde e Várzea Grande e foram presos, além de Theo e Marcelo Medina, os empresários Neusa Lagemann de Campos, Jean Carlos Lara, Diego de Jesus da Conceição, Cloves Conceição Silva, Paulo Henrique Alves Ferreira, Rinaldo Batista Ferreira Júnior e Rogério Delmindo.


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *