Enquanto gasta com deputados, Temer deixa Forças Armadas à míngua

Escrito por:
(Brasil 247)

Conforme o site Brasil 247, o corte de gastos de Michel Temer não poupou nem a defesa do território brasileiro. O contingenciamento de recursos foi de 40% neste ano e, segundo o comando das Forças Armadas, o setor pode entrar em colapso já em setembro.
Se não houver mais verba, o plano é reduzir expediente e antecipar a dispensa de recrutas.
A falta de verbas já afetou a vigilância das fronteiras, os pelotões do Exército na Amazônia e a fiscalização da Marinha na costa, enquanto a Aeronáutica paralisou atividades, reduziu efetivos e acabou com esquadrões permanentes.
Até a área do Exército, responsável por monitorar o uso de explosivos e dificultar ataques a bancos e caixas eletrônicos, foi atingida.

 

Continue Lendo


um comentário

  1. Lamentável! Pena que nas hostes militares de hoje não existam mais generais como Castelo, Costa e Silva, Médici, João Figueiredo, Newton Cruz etc, etc, etc. No entanto, para 2018, teremos, felizmente, BOLSONARO.

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *