Espionagem pela webcam

Escrito por:
Webcams externas e internas são suscetíveis a espionagem virtual
(Ilustrativa)

Segundo o site Techmundo, a maioria dos internautas, inclusive os brasileiros, desconhece que diversas ferramentas de vigilância são utilizadas, tanto por autoridades quanto por cibercriminosos, para monitoramento de atividades dos usuários.
O portal cita que a luz de atividade ao lado da webcam não é um indicador confiável, em razão de que existem dezenas de ferramentas de intrusão e espionagem, que ativam câmeras e microfones de notebooks e webcams, sem alertar o usuário.
Lembra o Techmundo que o ex-diretor do FBI, James Comey, declarou que cobre fisicamente a própria webcam e que Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, já foi flagrado usando fita isolante sobre a câmera e o microfone do notebook.
“Cobrir webcams é um bom começo, mesmo que muitas vezes seja inconveniente para as pessoas que frequentemente usam a câmera do computador”, disse Ondrej Vlcek, CTO e EVP Consumer Business na Avast.
De acordo com Thiago Tavares, presidente da Safernet, as câmeras mais suscetíveis a espionagem, são as de segurança privada e as babás eletrônicas. Isso porque elas, normalmente, são protegidas por senhas fáceis. Por exemplo, muitas pessoas não alteram o padrão de fábrica “123456”.
“Essas falhas de sistema e redes desprotegidas são portas de entrada para os crackers, que se aproveitam de uma falha de sistema e invadem a câmera de PCs, utilizando arquivos maliciosos que são baixados quando o usuário mais desatento, clica em links desconhecidos (que podem aparecer no seu email ou em mensagem em redes sociais) ou baixa programas de sites que não são confiáveis”, alerta o site de tecnologia virtual, ressaltando que smartphones também são presas fáceis: links via WhatsApp e aplicativos de jogos presentes em lojas não oficiais, podem infectar o aparelho.
“Além disso, é preciso notar que dificilmente o anti-vírus vai evitar que isso aconteça. Por isso, recomenda, o usuário deve ser seu próprio anti-vírus,em qualquer dispositivo é você, tomando o máximo de cuidado quando navegar pela web”, conclui.
Da Redação com Techmundo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *