Ex-ministro Neri Geller é preso pela PF em Rondonópolis

Escrito por:
Geller foi preso em Rondonópolis
(Agronotícias)

Nas primeiras horas da manhã de hoje, o ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e deputado federal eleito nas eleições deste ano, Neri Geller (PP), foi alvo de mandado de prisão cumprido pela Polícia Federal (PF) de Rondonópolis, na Operação Capitu – que investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura.
Além de Geller, também foi preso Rodrigo Figueiredo, ex-secretário de Defesa Agropecuária do ministério, o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB) e o executivo da JBS, Joesley Batista.
Ao todo, estão sendo cumpridos 19 mandados de prisão e 63 de busca e apreensão em mais cinco estados da federação, além de Mato Grosso: Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba.
Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região e as prisões decorrem do envolvimento dos detidos pela PF, em um esquema de arrecadação de propina dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, que recebiam dinheiro da JBS, que pertencem aos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo.
Neri Geller foi o quarto candidato a deputado federal mais votado em Mato Grosso na eleição do último dia 7 de outubro, com 73.072 votos e foi ministro da Agricultura no governo de Dilma Roussef, por indicação do atual titular da Pasta, Blairo Maggi (PP).
Da Redação com Olhar Direto

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *