Fabris ganha mas não assume

Escrito por:
Candidato do PDT assume vaga de Fabris
(VG Notícias)

Apesar de ter obtido 22.193 votos nas eleições de ontem (07), em razão da cassação do registro de sua candidatura pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no dia 02 deste mês, o deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) não poderá assumir novo mandato na Assembleia Legislativa de Mato Grosso a partir de 1º de janeiro, porque seus votos estão sub judice.
Condenação
O pedido de impugnação da candidatura feito ao TRE/MT pelo Ministério Público Estadual, baseia-se  na Lei da Ficha Limpa e Fabris estaria impedido de ser candidato, devido a uma condenação de seis anos e oito meses de reclusão, pela suspeita do crime de crime de desvio de dinheiro público.
Quem assume a vaga é o pedetista Alan Kardec, que conquistou 18.629 votos e faz parte da mesma coligação de Fabris, composta por sete partidos (DEM, PDT, PSC, MDB, PHS, PMB e PSD).
Fabris já recorreu ao TSE para ter seus votos validados, o que pode demorar alguns meses.
Da Redação com VG Notícias/RDNews

Continue Lendo


um comentário

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *