Fachin pede parecer da PGR sobre impeachment de Gilmar Mendes

Escrito por:
Juristas querem impeachment de Mendes

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre uma ação de autoria de um grupo de juristas, que defende o impeachment do também ministro do STF, Gilmar Mendes.
O pedido foi apresentado ao Supremo pelo ex-procurador-geral da República Claudio Fonteles e mais quatro juristas, em dezembro, após o então presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), arquivar dois pedidos de impeachment contra Gilmar. O mandado de segurança do grupo de juristas tem como objetivo forçar o Senado a dar andamento ao pedido de impeachment. Eles alegam que Renan deveria ter levado o pedido de impeachment à Mesa Diretora do Senado, e não arquivá-lo por conta própria.
Para justificar o pedido, os juristas afirmam na ação encaminhada a Fachin que Gilmar tem “envolvimento em atividades político-partidárias” e participa de julgamentos “de causas ou processos, em que seus amigos íntimos são advogados” e “de causas em que é inimigo de uma das partes”. Os juristas dizem que Gilmar atua em julgamentos, nos quais deveria se considerar suspeito.
O despacho de Fachin para que a PGR se manifeste foi assinado no dia 24 de abril, antes da sessão da Segunda Turma em que foram concedidos habeas corpus tanto ao pecuarista José Carlos Bumlai, quanto ao ex-assessor do PP João Cláudio Genu, que ocorreu na terça-feira, 25.
A limpeza, começa pela própria casa!
Com Estadão

Continue Lendo


um comentário

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *