Fagundes e Cidinho Santos votam a favor de Aécio Neves

Escrito por:
Cidinho (esq) e Wellington (dir) votaram a favor; Medeiros (centro), votou contra
(Cenário MT)

Em mais um lance vergonhoso, 44 dos 81 senadores votaram a favor da manutenção do mandato de Aécio Neves (PSDB-MG), anulando assim, a sanção do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinava o afastamento e o recolhimento noturno do senador mineiro, um dos articuladores do golpe de 2016.
Afastado do mandato desde 26 de setembro, Aécio havia sido denunciado ao STF pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por corrupção passiva e obstrução de Justiça, com base em delações premiadas do grupo empresarial J&F.
Por Mato Grosso, votaram a favor de Aécio, os senadores Wellington Fagundes e Cidinho Santos (ambos do PR). Contrariando tomada de posições anteriores, inacreditavelmente, José Antônio Medeiros (Pode), votou contra.
Os líderes de PMDB, PSDB, PP, PR, PRB, PROS e PTC orientaram os senadores das respectivas bancadas a votar “não”, ou seja, contra o afastamento e a favor de Aécio.
PT, PSB, Pode, PDT, PSC e Rede orientaram voto a favor da decisão da Turma do Supremo.
DEM e PSD liberaram os senadores a votar como quisessem.
Confira abaixo a lista da vergonha completa e não se esqueça dos nomes nas eleições de 2018, quando as “excelências” tentarão a reeleição:
Airton Sandoval (PMDB/SP)
Antonio Anastasia (PSDB/MG)
Ataides de Oliveria (PSDB/TO)
Benedito Lira (PP/AL)
Cassio Cunha Lima (PSDB/PB)
Cidinho Santos (PR/MT)
Ciro Nogueira (PP/PI)
Dalirio Beber (PSDB/SC)
Davi Alcolumbre (DEM/AP)
Edison Lobão (PMDB/DA)
Eduardo Amorim (PSDB/SE)
Eduardo Braga (PMDB/AM)
Eduardo Lopes (PRB/RJ)
Elmano Férrer (PMDB/PI)
Fernando Coelho (PMDB/PE)
Fernando Collor (PTC/AL)
Flexa Ribeiro (PSDB/PA)
Garibaldi Alves (PMDB/RN)
Helio José (PROS/DF)
Ivo Cassol (PP/RO)
Jader Barbalho (PMDB/PA)
João Alberto de Souza (PMDB/MA)
José Agripino (DEM/RN)
José Maranhão (PMDB/PB)
José Serra (PSDB/SP)
Maria do Carmo Alves (DEM/SE)
Marta Suplicy (PMDB/SP)
Omar Aziz (PSD/AM)
Paulo Bauer (PSDB/SC)
Pedro Chaves (PSC/MS)
Raimundo Lira (PMDB/PB)
Renan Calheiros (PMDB/AL)
Roberto Rocha (PSDB/MA)
Romero Jucá (PMDB/RR)
Simone Tebet (PMDB/MS)
Tasso Jereissati (PSDB/CE)
Telmário Mota (PTB/RR)
Vicentinho Alves (PR/TO)
Waldemir Moka (PMDB/MS)
Wellington Fagundes (PR/MT)
Wilder Morais (PP/GO)
Zeze Perrella (PMDB/MG)
Da Redação com Brasil 247/G1 Brasília

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *