Fies terá 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda

Escrito por:

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na quinta-feira (6) as novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que começam a valer para 2018. Serão ofertados 300.000 contratos por ano, divididos em três modalidades – em uma delas, haverá 100.000 vagas a juro zero para estudantes com renda mensal familiar de até três salários mínimos. Segundo o MEC, nesta categoria haverá apenas a correção da inflação e as prestações terão um valor equivalente a, no máximo, 10% da renda mensal familiar.
Os recursos para essa modalidade virão da União e, segundo o MEC, o estudante ficará ciente dos valores a pagar e índices aplicados para a correção das parcelas.
Modalidades do Fies
Na segunda modalidade, qualificada como “Fies regional”, serão ofertadas 150.000 vagas, para alunos com renda familiar de até cinco salários mínimos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Segundo o MEC, os juros serão baixos – de até 3% ao ano – e sujeitos ao risco de crédito dos bancos. A taxa atual de juros do Fies era de 6,5% ao ano, segundo o MEC. O recurso para esse crédito virá dos fundos constitucionais regionais
Na terceira modalidade, serão oferecidas 60.000 vagas anuais – o MEC ainda discute a criação de uma nova linha de financiamento que pode garantir outras 20.000 vagas para 2018 – também para alunos com renda familiar de até cinco salários mínimos. De acordo com o MEC, as taxas de juros aplicadas a esses contratos devem ser maiores que 3% e menores que as taxas aplicadas por bancos privados. Contudo, ainda não há previsão sobre os valores. As fontes de financiamento para essa categoria de vagas serão o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e os fundos de desenvolvimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.
Veja.com

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *