Funaro detona Temer na “treta” com a Gol

Escrito por:
Funaro entregou mais uma “treta” do golpista
(Brasil 247)

Michel Temer, em trecho da delação premiada do doleiro Lúcio Funaro, é acusado de receber R$ 20 milhões de propina – valores convertidos em horas de voo na campanha de 2014 -, oriunda de acerto com um dos fundadores da empresa Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino.
A propina foi acertada, em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro, segundo veiculação do jornal O Globo.
Coincidentemente, durante o processo de impeachment de Dilma Roussef, no ano passado, a Câmara dos Deputados aprovou medida provisória que permitia abertura ao capital estrangeiro, de 100% do controle acionário de empresas aéreas brasileiras.
Cita o jornal carioca ainda, que a versão original da medida provisória aumentava de 20% para 49% da participação do capital externo no controle acionário das companhias aéreas brasileiras.
Em junho de 2016, a eliminação pela base governista de todas as restrições ao capital externo, como defendiam as principais empresas aéreas do país, encontrou resistência no Senado.
Michel Temer então, vetou a proposta e enviou novo texto ao Congresso, mantendo a abertura de 100% ao capital externo, além de condicionantes para atender também as empresas regionais brasileiras.
O projeto entreguista de Temer, está, atualmente, parado na Câmara Federal.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *