Furdunço à vista

Escrito por:
Galli já está sendo visto como o “pomo da discórdia” no PSL MT
(Observatório G)

A anunciada filiação no PSL – dada como 99% certa – do deputado federal Victório Galli (ainda no PSC), amanhã em Brasília, poderá virar um furdunço em Mato Grosso.
Galli – indigesto a muitos por vários de seus posicionamentos sociais e políticos – será uma imposição de Jair Bolsonaro, que os “donos do campinho” no Estado, vão ter que acatar, seja por “goela” abaixo ou não.
A revolta no partido a nível estadual, deve-se principalmente ao fato de que Galli entrará como presidente regional da sigla, significando a destituição do diretório mato-grossense, bem ao estilo ditatorial de Bolsonaro.
Lideranças do partido em Mato Grosso, até avaliam uma debandada geral da sigla
A nível federal e para que não restem dúvidas de que Bolsonaro não quer nem saber se vai doer ou não, assumirá a presidência seu filho, o também deputado federal Eduardo Bolsonaro, que deixará o PSC a exemplo de Galli.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *