Gaeco já estaria investigando pagamentos irregulares dos plantões do PA 

Escrito por:
Caso do PA estaria com o Gaeco
(Arquivo do blog)

Segundo informações procedentes recebidas ontem pelo Blog Estela Boranga comenta, a documentação do imbróglio envolvendo irregularidades nos pagamentos de plantões no antigo Pronto Atendimento (PA) de Rondonópolis, durante a gestão do ex-prefeito Percival Santos Muniz (PPS) – assunto este levantado e abordado várias vezes pelo blog -, já teria chegado às mãos do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco,  com provas levantadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) de Mato Grosso.
As irregularidades teriam sido cometidas durante a gestão da diretora do antigo PA, Carla Tatiane Tolosa, que era subordinada diretamente à ex-secretária municipal de Saúde, Marildes Ferreira do Rêgo.
As informações dão conta ainda, que o “fruto” dos prováveis desvios – em torno de R$ 500 mil mensais – advindo desse “modus operandi”, era depositado em conta corrente pessoa física – certamente pela, ou pelo, titular se achando acima de qualquer suspeita.
Estranhamente, apesar de cobrada insistentemente pelo blog, a tomada de providências  pela Procuradoria Geral do Município (PGM) – já que estavam envolvidos recursos públicos – cujo titular à época era Fabrício Miguel Corrêa, nunca se concretizou.
Esperamos que, com o Gaeco no caso, finalmente os contribuintes e a sociedade rondopolitana tenham uma resposta satisfatória, sobre o imbróglio “milionário”.


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *