Gefron apreendeu 20 toneladas de drogas

Gefron atua de modo ininterrupto (Divulgação)
Gefron atua de modo ininterrupto
(Divulgação)

Nos últimos dois anos, 20 toneladas de drogas (seis toneladas, em 2019 e 14 toneladas, no ano passado) foram apreendidas na extensão dos 983 quilômetros de fronteira, seca e alagada, de Mato Grosso com a Bolívia, em razão das ações repressivas do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron-MT), subordinado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP-MT).
Modus operandi
O tráfico de drogas ocorre na fronteira por meio fluvial, terrestre e aéreo, através de automóveis de passeio, ônibus de linha regular, veículos de cargas, motocicletas, bicicletas e até mesmo pessoas, as chamadas “mulas”.
O enfrentamento aos crimes transfronteiriços também conta com atuação integrada entre o Gefron, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Polícia Judiciária Civil (PJC), por meio da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), Indea e pela Receita Federal.
Outras apreensões
Neste período, também foram registradas 607 ocorrências as abordagens resultaram em 71 prisões por mandado judicial, com apreensão e recuperação ainda de 582 veículos, 98 armas de fogo e 2.346 munições, além de mais de 33 mil quilos em produtos de contrabando.
Baseados na unidade operacional de Porto Esperidião (MT), os 140 policiais do grupamento realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes na repressão ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos, com atuação contínua na região do Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres) e Canil Integrado (Cáceres).
Denúncias
O Gefron conta com um canal de disque-denúncias pelo 0800.646.1402, com a a identidade dos denunciantes, sendo mantida em sigilo.