Grampos: CNJ cobra dados do TJMT

Escrito por:
Segundo a coluna Entrelinhas de hoje, do site Folhamax, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deu um prazo de cinco dias, para que o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Rui Ramos, encaminhe ao órgão, informações sobre as decisões judiciais que respaldaram a quebra ilegal de sigilos telefônicos de centenas de pessoas em Mato Grosso.
Neste propósito, TJMT designou servidores para trabalharem no final de semana.
Lembra a coluna, que o CNJ decidiu abrir a investigação por conta própria.
Vem “coisa cabeluda”, por aí!

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *