Inaceitável

Escrito por:
Daniel teve parada cardíaca e veio a óbito
(Arquivo Pessoal)

Está repercutindo nas redes sociais, a morte do jovem Daniel de Oliveira Rodrigues de Souza (18 anos) que na manhã de ontem veio a óbito, quando fazia a prova de direção, para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no pátio do Departamento de Trânsito (Detran), no Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá.
O jovem passou mal e foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto Socorro da capital. Porém, não resistiu e veio a óbito devido a ter sofrido uma parada cardíaca.
De acordo com um irmão de Daniel, ele não tinha nenhum problema de saúde e pode ter passado mal devido a pressão feita por um instrutor, conhecido como “Michael Jackson”.
O inspetor, segundo o irmão, teria gritado com Daniel dentro do carro, que saiu do veículo já passando mal e desmaiado. “Meu irmão nunca teve nem pressão alta. O professor já é conhecido por maltratar os alunos, ele já tem um boletim de ocorrência registrado por conta disso. É uma pessoa que não era pra estar num lugar desse”, assinalou.
O contribuinte, infelizmente, é maltratado em muitos setores do serviço público.
Certos servidores se colocam acima de todos, se esquecendo que seus salários são pagos pela população.
Cabe ao Detran averiguar o ocorrido, tomar as devidas providências e promover mudanças em relação ao atendimento ao público, para que fatos extremos como esse não se repitam.
E a família que entre na Justiça com uma ação, responsabilizando o Estado de Mato Grosso pela morte de Daniel!
Da redação com O Documento


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *