Incêndio de caminhão-tanque mata 148 pessoas 

Escrito por:
Caminhão-tanque explodiu e atingiu mais de 100 veículos
(STR/AFP)

Acidente ocorreu durante encerramento de uma festa popular e atingiu mais de 100 veículos
Pelo menos 148 pessoas morreram queimadas e 50 ficaram gravemente feridas no Paquistão, após a explosão de um caminhão-tanque que transportava combustível neste domingo. Segundo profissionais que atuam nas equipes de socorro, o número de mortes ainda pode aumentar, pois outras 50 pessoas estão em estado crítico. O acidente aconteceu no momento em que muitos paquistaneses estavam nas ruas para encontrar suas famílias por ocasião do Eid al-Fitr, festividade que encerra o mês sagrado do jejum muçulmano do Ramadã.
Mais de 100 veículos
Os bombeiros lutavam para controlar o incêndio, que atingiu mais de 100 veículos – carros, micro-ônibus e motos – na estrada que liga a cidade portuária de Karachi, no sul o país, à província de Punjab, no centro. De acordo com a polícia, o caminhão transportava 40 mil litros de combustível de Karachi a Lahore, a capital de Punjab.
O acidente aconteceu nas primeiras horas de hoje perto da cidade de Ahmedpur East, 500 quilômetros ao sul de Lahore. “Mais de 100 ficaram feridas no incêndio, que aconteceu depois que o caminhão tombou e as vítimas correram para tentar recolher o combustível derramado”, declarou Rana Mohammad Saleem Afzal, funcionário do governo local, à televisão pública.
Exposição ao perigo

(Reuters)

A área próxima ao incêndio estava repleta de utensílios de cozinha, panelas e recipientes que as vítimas carregavam para armazenar a gasolina. “Os moradores da cidade vizinha de Ramzanpur Joya correram para o local do acidente com baldes e outros recipientes. Várias pessoas em motos pararam com o objetivo de recolher o combustível”, disse o chefe da polícia regional, Raja Riffat, que confirmou o balanço de vítimas.
Testemunhas afirmaram que um pneu furou após a necessidade de uma manobra brusca, o que levou o caminhão a tombar, informou o chefe de polícia. O exército do Paquistão enviou helicópteros para transportar os feridos e os hospitais mais próximos estavam em alerta. O primeiro-ministro Nawaz Sharif expressou a sua “profunda tristeza” e ordenou que as autoridades locais forneçam “toda a assistência médica necessária às vítimas”.
Com CP/Agência Estado

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *