JBS financiou palestras de Mendes que defendiam reformas trabalhista e previdenciária

Escrito por:
Gilmar Mendes: acima de qualquer suspeita?
(STF)

Segundo o portal Plantão Brasil de hoje, o grupo J&F, que controla a JBS, gastou nos últimos dois anos R$ 2,1 milhões em patrocínio de eventos do IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público), que tem como sócio o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal).
De acordo com o IDP e a JBS, um dos congressos incluídos nos patrocínios ocorreu em abril, em Portugal, pouco mais de uma semana depois de sete executivos do frigorífico firmarem um acordo de delação com o Ministério Público Federal (MPF).
Cita a matéria ainda, que participaram daquele encontro magistrados, ministros do governo de Michel Temer, além de advogados e políticos.
Por meio de sua assessoria de imprensa, a JBS diz que gastou R$ 1,45 milhão desde 2015 e cita três congressos patrocinados, sendo o último realizado em Portugal, neste ano, no valor de R$ 650 mil.
Defensor das reformas de Temer
Em suas palestras, Gilmar Mendes defende a reforma trabalhista, como pode-se ver no website de um de seus anunciantes: https://www.sympla.com.br/palestra-explicando-a-reforma-trabalhista—gilmar-mendes__149496.
Estamos vivenciando um estado de coisas inaceitáveis, onde quem deveria promover a Justiça pelo cargo que ocupa, participa de acordos inidôneos.
Como dizia Cazuza: Que país é este?
Com Plantão Brasil

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *