Justiça barra inauguração da ponte de Percival

Escrito por:
Trecho da ligação com a BR-364 (Foto: Invent)
Trecho da ligação com a BR-364
(Foto: Invent)

Programada pelo ainda prefeito de Rondonópolis, Percival Santos Muniz (PPS) para ser inaugurada amanhã (13), conforme roteiro do aniversário de Rondonópolis (comemorado no dia 10, sábado) a nova ponte sobre o rio Vermelho, devido a uma ação civil pública do Ministério Público Estadual (MPE), terá de aguardar a decisão final pelo Poder Judiciário, que acatou a ação da Promotoria.
A inauguração da ponte – construída a “toque de caixa” por Percival, na esperança de que ela pudesse lhe viabilizar a reeleição – estava sendo considerada o ponto alto do cronograma de inaugurações, sendo descrita pelas matérias do Gabinete de Comunicação Social (GCS) da Prefeitura, como o “auge” da programação.
Todavia, Percival Santos Muniz viu seu “sonho” ser obstruído pela ação do MPE, que obteve liminar junto à juíza Milene Aparecida Pereira Beltramini, em decorrência da ausência de licença ambiental para a construção da avenida, que fará a ligação da avenida Lions Internacional à BR-364.
Diante da alegação do MPE, de que estudos ambientais não foram realizados previamente pelo órgão competente (no caso a Secretaria Estadual de Meio Ambiente – Sema) para autorizar a ligação da avenida com a rodovia federal, cujas obras foram autorizadas por uma fragmentação do licenciamento pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) sem ter poder para tanto, a magistrada determinou ainda o afastamento do secretário José Olavo Pio e da gerente do Núcleo de Licenciamento Ambiental, Vanessa Tavares Farias.
Como seria de se esperar, Percival Santos Muniz se disse surpreendido pela decisão judicial, enfatizando que a ação do MPE e a decisão da Justiça não passam de um equívoco e que a Prefeitura está recorrendo para liberar as duas obras.
Mesmo tendo o “sonho” de inaugurar a obra de arte e o trecho da avenida até a BR-364 ameaçado, Percival estendeu a programação de aniversário do município, até o dia 31 deste mês, quando seu mandato irá se encerrar.
Com a previsão do início das férias forenses, provavelmente na semana que vem, pode ser que o “sonho” de Percival de ver inaugurada a famosa ponte, não venha a se concretizar sob seu mandato.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *