Livrando a barra

Escrito por:
(Infomoney)

Ao deixar o cargo de juiz federal para assumir o Ministério da Justiça, Sergio Moro pode se livrar de processos no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – órgão disciplinar responsável por aplicar punições administrativas aos magistrados-, relacionados à sua atuação como juiz responsável pela Operação Lava Jato.
É o que destaca a reportagem publicada no dia 1º deste mês pelo Portal UOL, enfatizando que as representações no CNJ contra ele, questionam sua imparcialidade e legalidade nas decisões tomadas durante os quatros anos em que esteve à frente da operação.
Menos mal é que cabe recurso, quanto ao arquivamento dos processos contra ele.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *