Mais uma do senador Medeiros

Escrito por:
Vale tudo, para aparecer na mídia
(Senado Federal)

Em mais uma ação, provavelmente considerada por ele como “patriótica”, mas que certamente visou muito mais chamar a atenção da mídia para si, o senador mato-grossense José Medeiros (Pode), disse ontem ao criticar a intenção de alguns senadores e deputados petistas de incluir o sobrenome “Lula” nos seus nomes parlamentares, segundo matéria de sua assessoria, que somente pediu para usar o nome “Moro” como estratégia de forçar o presidente do Senado, Eunicio Oliveira, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a recusarem a mudança pedida por todos os parlamentares.
“O que eles queriam, era ver o nome do Lula figurando no painel do Senado e da Câmara. Algo inadmissível e que, prontamente, impedimos. A esquerda transformou num verdadeiro circo o plenário” disse ele, esquecendo-se de que “eles” (em referência aos parlamentares de esquerda) se elegeram pelo voto direto e que o Senado há muito já virou “casa de mãe Joana”.
Ufanamente Medeiros disse que evocou o artigo 7º do Regimento do Senado Federal, “onde diz que o nome parlamentar, é definido por ocasião da posse do parlamentar e somente duas palavras. Eles querem fazer chicana com o Parlamento, mas estou aqui para fazer o contraponto”.
Quando chegar o dia das eleições senador, em que você buscará se reeleger ao cargo que “ganhou de presente”, chame o juiz Moro para lhe dar os votos necessários, ok?

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *