Mais uma “treta”

Escrito por:
Parece que o tempo das “vacas gordas” estão acabando

Percival Santos Muniz (PDT), ex-prefeito de Rondonópolis, está ficando cada vez mais em apuros com a Justiça.
Quase no final de julho último, ele e mais oito pessoas tiveram bens bloqueados em razão da “treta” na implantação do sistema de radares em Rondonópolis, em 2013, cujos valores giram – sem correção – em R$ 22 milhões.
Hoje, mais uma do “Barba” veio à tona, com a aceitação de denúncia contra ele, encaminhada pelo Ministério Público Estadual (MPE), ao juiz da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Marcos Faleiros.
Na denúncia, Percival é acusado de corrupção passiva e ativa e falsificação de selo público, por ter praticado fraude junto com o ex-secretário estadual Éder Moraes e mais uma “renca” de corruptos, que causou um prejuízo de R$ 12 milhões ao cofres estaduais, quando ainda era deputado estadual.
Dessa dinheirama toda, o “Barba” teria ficado com R$ 1,75 milhão, que segundo apurou o MPE, foi utilizado  na compra de gado.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *