Mercado Popular e Bandejão

Interior do Mercado Municipal de Curitiba/PR (Momondo)
Interior do Mercado Municipal de Curitiba/PR
(Momondo)

Dentre as nossas propostas de campanha, enquanto candidata a vereadora nas eleições municipais do ano passado, era a de empreender gestões junto à gestão municipal, caso eleita fosse, para viabilizar a implantação de um mercado popular, em Rondonópolis, aproveitando parte da área ociosa da extinta Estação Rodoviária, que já abriga a unidade do Ganha Tempo – que o blog sugeriu, bateu pé e foi, finalmente, atendido.
Rondonópolis possui em seu entorno oito assentamentos, que produzem hortifrutigranjeiros e inúmeras pequenas propriedades que produzem derivados do leite (como queijo e requeijão, por exemplo) e também doces e geleias caseiros e artesanais, cuja produção é muito procurada pela população.
A implantação, da qual poderão participar outros pequenos negócios (açougues, lojas, lanchonetes e restaurantes), com a devida licença pela Prefeitura, daria oportunidades aos produtores e trabalhadores, que são penalizados pela caótica situação sócio-econômica que assola o país e atinge, como sempre, “o lado mais fraco da corda”.
Tal projeto, por seu alcance social e também de por ser prático e útil, pode contar com o apoio de nossos representantes em Brasília (dois deputados e um senador), para viabilizarem recursos – que não são de grande monta -, junto ao governo federal, para a sua construção.
A concessão para a exploração, seria taxada pelo município, dentro de padrões viáveis, redundando em benefício aos consumidores, que poderiam adquirir os produtos a preços compatíveis.
Bandejão
A propósito e utilizando outra proposta nossa de campanha, sugerimos também a implantação nessa área ociosa, de um restaurante popular – bandejão -, administrado pela Prefeitura Municipal, que além de absorver parte da produção da agricultura familiar, poderá servir refeições – com acompanhamento por nutricionistas – a preços acessíveis à população em geral e, principalmente, a trabalhadores que não necessitariam gastar em transporte, para fazer a principal refeição do dia em casa e retornar aos seus locais de trabalho.
Ficam mais essas duas sugestões ao prefeito Zé Carlos do Pátio (SD), que possui sensibilidade e compromisso com as causas sociais!