No dos outros é refresco

Escrito por:
O cinismo continua
(Poder 360)

Em entrevista esta semana ao GloboNews, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), reeleito presidente da Câmara dos Deputados, disse – defendendo a nefasta Reforma da Previdência, que ainda será encaminhada pelo governo de Jair Bolsonaro – que todo mundo consegue trabalhar hoje, até os 80 anos, se “esquecendo” que a expectativa de vida da população brasileira é, em média, de 72 anos para homens e 79 para mulheres.
“Eu sou a favor, de uma regra de transição mais curta. Todos nós, temos uma expectativa de vida maior. Nós temos que entender, que trabalhar até 62 anos sem transição não é problema nenhum. Todo mundo consegue trabalhar hoje até 80, 75 anos”, afirmou, ao canal de notícias.
Prá quem é político de “carreira” que nem ele, recebendo um polpudo salário, benefícios do cargo e aposentadoria integral pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC) – com 35 anos de contribuição e 60 anos de idade, sem fazer distinção entre homens e mulheres – é “mel na sopa”.
Assista ao vídeo, com o trecho da entrevista:


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *