O show era no céu, mas em terra… – Estela Boranga Comenta…

O show era no céu, mas em terra…

Espetáculo no céu e prepotência em terra

A apresentação da Esquadrilha da Fumaça ontem à tarde, no Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco, como é tradicional acontecer, foi impecável e de encher os olhos.
Enquanto as acrobacias aéreas arrancavam aplausos, em terra o “espetáculo” ficou por conta de certos deslizes, cometidos por um oficial graduado do Corpo de Bombeiros que não permitiu a minha passagem, enquanto membro da Imprensa, pelo local onde estavam as guarnições do destacamento, que abreviaria o trajeto até o local indicado para os profissionais da área.
Antes, uma funcionária da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, agiu da mesma forma, ainda dizendo que “imprensa tinha que sofrer”, se referindo a circundar o local, cujo trajeto ficaria mais distante.
Em ambas as situações, entretanto, se percebia que familiares e conhecidos seus, estavam à vontade, no local “proibido” para a imprensa cortar caminho.
No caso do oficial do Corpo de Bombeiros, registro ainda a forma truculenta como abriu caminho com uma viatura oficial de pequeno porte, quase atropelando pessoas que estavam por onde ele queria passar (sabe-se lá, o por quê da pressa), buzinando e desenvolvendo velocidade inadequada.
Tenho no mais alto conceito os membros do Corpo de Bombeiros, que arriscando a própria vida, salvam muitas outras.
Agora, humildade cabe em qualquer lugar.
E isso serve também para a servidora da Setrat, que se achou a “rainha da cocada preta”.
Como conheço pessoalmente tanto o secretário Rodrigo Metello de Oliveira, titular da Setrat, quanto o comandante regional do Corpo de Bombeiros II, tenente coronel BM Vanderlei Bonoto Cante, sei que não é de seus estilos permitirem esse tipo de coisas, por seus subordinados.
Fica o registro, para que coisas desse tipo não venham a acontecer mais, as quais se não tiram o brilho dos eventos, causam má impressão.
Atualização: Vanderlei Bonoto Cante foi promovido a coronel no dia 02 deste mês e responde hoje, pela Corregedoria Geral dos Bombeiros, em Cuiabá.
O blog agradece a atenção do coronel BM Bonoto e também do major BM Fabrício, comandante do 3º Batalhão, que mantiveram contato comigo por telefone hoje (31) pela manhã, para esclarecimento do assunto. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *