Objetivos do projeto Panorama das Artes Mato-Grossenses

Laudenir falou sobre os objetivos
Laudenir falou sobre os objetivos
Laudenir Gonçalves falou sobre os objetivos

No final da tarde de ontem foi lançado em Rondonópolis, o projeto Panorama das Artes Mato-Grossenses (PAM), com o tema “Re-descobertas”, no Espaço Cultural do Casario, que contou com membros do segmento, autoridades, convidados e órgãos de imprensa.
O blog Estela Boranga comenta esteve presente prestigiando o ato e numa rápida entrevista com o curador da mostra, Laudenir Antonio Gonçalves – professor universitário e membro da Associação Brasileira dos Críticos de Arte -, nos colocamos a par dos objetivos do evento, mais detalhadamente.
Segundo ele, o projeto busca promover a democratização do acesso aos bens culturais, favorecendo a formação de um público receptivo, “não só às artes plásticas, mas também à música, ao grafite, às danças e a outras linguagens artísticas”, frisou ele, enfatizando que a visitação do público, viabilizará uma interação com os artistas, “que darão informações e explicações, sobre suas obras. Enfim, busca-se a socialização efetiva, abrindo espaço a todos: artistas e sociedade”, disse ele.
O despertar do gosto pelas artes, de um modo geral, é objetivo do projeto, que propiciará acesso aos adolescentes e jovens de Rondonópolis, sobretudo às crianças das escolas que compõem a Rede Municipal de Ensino, “as quais visitarão a mostra e poderão conversar com os artistas, obtendo maiores informações sobre cores, técnicas e outros”, concluiu o curador.
Paralelamente, o projeto visa mapear os artistas mato-grossenses e levá-los a interagir com o grande público, para que se tornem conhecidos também, fora do circuito das artes.

O secretário Municipal de Cultura, Luciano Carneiro, considera uma importante oportunidade para os artista e a população, a realização de evento desse porte. “Trata-se de mais uma ação de valorização das artes de Rondonópolis, ressaltando a cidade como polo criativo do segmento artístico de Mato Grosso, favorecendo o intercâmbio cultural entre os participantes e a comunidade”.
Artistas
Panorama das artes Mato - grossense 02O projeto homenageia o artista plástico Wander Melo, pelos mais de trinta anos de atuação no campo das artes plásticas e conta com a participação de sete artistas locais, de várias vertentes da arte, como Tânia Prado, Marlene, Touva, Paulo Pires, Djalma Santos, Sebastião Veloz, Valcides Arantes e Mando Nunes, que receberam kit de materiais para desenvolvimento de seu trabalho artístico.
Programação
O evento será realizado no período de 07 a 11 de setembro próximo e além da participação dos artistas mencionados, também contará com apresentações da Orquestra Sinfônica Jovem da Prefeitura de Rondonópolis; de grupos afro-religiosos, que realizarão a segunda edição do Tambores da Independência, mostrando ao público a participação e contribuição do negro na história brasileira; e da performance do grafiteiro cuiabano Baboo 678, no dia do encerramento.
O projeto já foi realizado em Várzea Grande e depois de Rondonópolis será levado a Barra do Garças, Sorriso e Alta Floresta, se encerrando em Cuiabá no próximo ano.
O evento é promovido pela Associação Cuiabana de Belas Artes (Acuba) e se tornou possível, em razão da apresentação de uma emenda parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado, pelo deputado Gilmar Fabris (DEM), contando ainda com apoio do município de Rondonópolis e de empresas locais.

Fotos:Varlei Cordova/Panorama das Artes