Operação Carne Fraca: PF deflagra nova fase

Escrito por:
Grupo est[á envolvido nas fraudes
(Marcos Bezerra)

Cerca de 270 policiais federais e 21 auditores fiscais federais agropecuários participam da terceira fase da Operação Carne Fraca, denominada Operação Trapaça – cujos alvos são laboratórios credenciados no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA)-, deflagrada hoje pela Polícia Federal (PF) nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Goiás.
Cinco laboratórios e setores de análises vinculados ao grupo BRF S.A e credenciados junto ao MAPA, fraudavam resultados de exames em amostras de seu processo industrial, informando ao Serviço de Inspeção Federal (SIF) dados fictícios em laudos e planilhas técnicos, informou em nota a PF.
O alvo principal da Operação Trapaça, são as fraudes detectadas entre 2012 e 2015 nos resultados de análises laboratoriais relacionados ao grupo de bactérias Salmonella spp.
O mais revoltante nisso tudo, é que a preocupação maior das autoridades sanitárias deste País só se manifesta quando o assunto é exportação da carne bovina.
A preocupação no tocante à fiscalização no mercado interno, como sempre, está em segundo plano.
Enquanto isso, a nós consumidores resta contar com a ajuda dos deuses, para que não sejamos contaminados.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *