“Operação Malebolge” afasta cinco conselheiros do TCE MT

Escrito por:
Cinco conselheiros do TCE deverão se afastar dos cargos

Por determinação do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), cinco conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), deverão ser afastados das funções que ocupam, dentro da Operação Malebolge, deflagrada na manhã de hoje.
A Polícia Federal também está cumprindo mandados no TCE e nos endereços dos conselheiros Antonio Joaquim ( presidente), Valter Albano (vice-presidente), José Carlos Novelli (corregedor geral), Waldir Teis – indicado por Blairo Maggi – e Sérgio Ricardo, que já cumpria afastamento, por estar envolvido na compra de sua vaga ao tribunal, com auxílio também de Maggi.
Na delação à Procuradoria Geral da República (PGR), o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) revelou que os conselheiros teriam solicitado cerca de R$ 56 milhões, para não criar “empecilhos” na execução das obras do Programa MT Integrado.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *