Parceria viabiliza UTI Pediátrica no Hospital Regional de Rondonópolis  

Escrito por:
Prefeito e secretário garantiram a UTI Infantil

Após vistoriar as obras de reforma e ampliação do Hospital Regional “Irmã Elza Giovanella” em Rondonópolis na manhã de ontem (02), o secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso, Luiz Soares,  e o prefeito Zé Carlos do Pátio anunciaram, durante coletiva de imprensa, a implantação de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Infantil, numa solicitação do prefeito Zé Carlos do Pátio.
“Nessa minha visita, eu vim para verificar o andamento das obras e em face disto foi dada a sugestão pelo prefeito Zé Carlos do Pátio, já acolhida pelo Governo do Estado. Então tomamos a decisão de orientar a empresa administradora do Hospital, a Gerir, a começar a trabalhar para que possamos ter aqui, além dos 20 leitos de UTI Adulto, também leitos de UTI Pediátrica,” informou o secretário.
De acordo com Luiz Soares, a implantação da UTI Infantil será feita conforme a obra de reforma e ampliação do Hospital. “Pelas regras do Ministério da Saúde, qualquer UTI tem que ter 10 leitos e assim será no Hospital Regional de Rondonópolis. Estamos trabalhando a obra do hospital e o prazo de execução é de 90 dias,” explicou.
Na coletiva, o prefeito Zé Carlos do Pátio reiterou os investimentos feitos pelo Governo do Estado para os serviços de urgência e emergência e informou que o munícipio vai antecipar os pagamentos para a Santa Casa de Rondonópolis.
“No Hospital Regional, o governador Pedro Taques dobrou o número de leitos e da Santa Casa de Misericórdia, também. Eu decidi pagar os leitos que vão vencer dia 1º outubro e já paguei o vencimento até 1º de setembro. Então, quero comunicar que me prontifiquei a adiantar por dois meses o pagamento das UTIs. Estamos antecipando os pagamentos,  para não haja nenhum motivo de fechamento de UTI,” destacou o prefeito.
Segundo o Governo do Estado, o investimento na primeira etapa das obras de reforma e ampliação é de R$ 3,2 milhões e R$ 100 mil para aquisição de equipamentos.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *