Pedófilo é procurado pela Polícia Civil

Escrito por:
Pedófilo está foragido
(Divulgação/ PCDF)

O catequista e instrutor de futebol José Antônio Silva, de 47 anos, está sendo procurado por agentes da 4ª Delegacia de Polícia do Guará, no Distrito Federal, que suspeitam que ele tenha fugido para outros Estados do país.
Abusos
José Antonio Silva é suspeito de cometer abusos sexuais contra, pelo menos, 26 crianças no Guará e teve seu nome incluído no cadastro nacional de foragidos que aguardam decisão da Justiça.
De acordo com o delegado à frente do caso, Douglas Fernandes, José Antônio tem familiares no Rio Grande do Norte e no Maranhão. Ele não descarta que o acusado tenha fugido para esses estados. Em entrevista ao Correio, o investigador ressaltou que José Antônio estaria sendo ajudado por parentes. “Após a denúncia, ele se escondeu na casa de uma irmã, no Riacho Fundo 2, mas quando chegamos ao endereço, ele havia fugido”, explicou.
A primeira pessoa a procurar os investigadores foi um sobrinho de José Antônio, de 30 anos. Ele teria sido abusado durante a infância e decidiu denunciar o tio após notar a aproximação dele com o filho recém-nascido. “A família está dividida. Muitos não acreditam nos casos de abusos, porém, a maioria das vítimas são parentes do suspeito”, ressaltou Douglas.
Vítimas
Até o momento, os investigadores conseguiram identificar 13 vítimas, que prestaram depoimento na delegacia. Os policiais trabalham para localizar outras seis crianças abusadas, que seriam da escolinha de futebol onde José Antônio ministrava aulas. O depoimento de outras sete vítimas está sendo avaliado. Os investigadores tornaram o caso público na segunda-feira (8) e contam com a ajuda da população para encontrar o suspeito.
Segundo o Correio Braziliense, autor da matéria que o Blog Estela Boranga comenta está reproduzindo, por ser religioso o foragido ganhou confiança da comunidade e começou a cometer os abusos após as aulas de futebol. Ele levava os meninos para a própria casa, enquanto a esposa trabalhava como professora.
Denuncie
Quem tiver informações sobre o paradeiro de José Antônio Silva, pode entrar em contato com a Polícia Civil, em qualquer Estado, pelo telefone 197. Além disso, as informações podem ser enviadas ao site da corporação (www.pcdf.gov.br) ou pelo e-mail denuncia197@pcdf.gov.br.
As denúncias são sigilosas.
Da Redação com Correio Braziliense


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *