Pega – pega pantaneiro

Escrito por:
Fávaro recorreu à Justiça contra Selma Arruda
(Mato Grosso Mais)

Está longe ainda, de acabar o quiproquó entre a senadora eleita Selma Arruda (PSL) e o ex-vice- governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro (PSD).
Num dos motivos constantes da ação que encaminhou à Justiça, após o primeiro turno das eleições, Fávaro que ficou em terceiro lugar para uma das duas vagas ao Senado, cita que a ex-magistrada conseguiu sua aposentadoria como juíza, somente após o prazo final para desincompatibilização estipulado pela Justiça Eleitoral.
Selma Arruda entrou com pedido de aposentadoria no dia 21 de março deste ano, sendo admitido de forma monocrática no dia 27 daquele mês.
O pedido teria sido corretamente deferido somente após o prazo final para a desincompatibilização, já em abril quando a data limite seria dia sete do mês. “Ocorre que o Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso somente deliberou sobre tal pedido de aposentadoria no dia 12 de abril de 2018, cinco dias após a data fatal para a desincompatibilização da magistrada”, argumentou Carlos Fávaro.
Da Redação com Folhamax

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *