Pesquisa CNT/DMA aponta, novamente, Lula em primeiro

Escrito por:
Eleitorado se mantem fiel a Lula
(Portal Comunique-se)

De acordo com nova rodada da Pesquisa da MDA, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte – entidade classista que que reúne 29 federações, 2 sindicatos e 16 associações brasileiras da área de transporte – divulgada ontem, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua na liderança das pesquisas eleitorais na disputa à Presidência da República, para o pleito de outubro próximo.
No cenário da pesquisa estimulada, Lula tem 33,4% das intenções de voto, contra 16,8% de Bolsonaro e 7,8% da ex-senadora Marina Silva. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), tem 6,4% das intenções, enquanto o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ficou com 4,3% e o senador Álvaro Dias (Podemos), com 3,3%.
O patamar de intenções de voto em Lula, de cerca de um terço do eleitorado, se manteve igual ao da última pesquisa CNT/MDA, divulgada em setembro do ano passado. Isso significa que a condenação do ex-presidente em segunda instância, não influenciou os eleitores.
A pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 estados das cinco regiões do País, entre 28 de fevereiro e 3 de março.
Prisão
Quanto à decisão da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ontem, de negar o habeas-corpus preventivo requerido pela defesa do ex-presidente, não é definitiva e não necessariamente vai prevalecer.
Para os juristas Dalmo Dallari e Celso Antônio Bandeira de Mello, a questão está pendente e pode ser revertida no STF. “A questão está em aberto no Supremo. O tribunal está com muitas idas e vindas, em relação a isso. Só depois da decisão do STF, teremos uma definição. Não se pode achar que essa decisão, já permite a prisão”, diz Dallari.
Da Redação com Carta Capital e Brasil 247

Continue Lendo


um comentário

  1. O chororô é legítimo e faz parte da defesa dos inconformados. O “Jararaca” perdeu de 5 a zero no STJ e advogado dele era o não menos notável Sepúlveda Pertence, ex-presidente do STF. A decisão de mérito julgada no TRF da 4ª Região é definitiva. O ministro FUX do STF e atual presidente do TSE já jogou “pá de cal” nas pretensões do sentenciado: “FICHA SUJA NÃO DISPUTA ELEIÇÃO”! E mais grave, os “candidatos opção B” do PT, dentre eles HADDAD e JAQUES VAGNER, também estão na mira da polícia. Como dizia vovó: “DESGRAÇA É IGUAL BANANA, SÓ VEM DE PENCAS”.

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *