Pesquisas CUT/Vox Populi e IBGE confirmam vitória de Lula no primeiro turno

Escrito por:
Liderança absoluta nas pesquisas

Apesar de estar detido na Superintendência da Polícia Federal (SPF) em Curitiba (PR) há 52 dias, segundo apontam as pesquisas da Central única dos Trabalhadores, Vox Populi e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas ontem, Lula continua em vantagem sobre os demais candidatos a presidente da República e seria eleito no primeiro turno se as eleições fossem hoje. E se houvesse segundo turno, Lula também derrotaria qualquer adversário por ampla margem de votos.
CUT/Vox Populi
Na pesquisa CUT/Vox Populi, realizada entre os dias 19 a 23 de maio, no cenário estimulado – quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados – Lula alcançou 39% das intenções de voto contra 30% da soma dos adversários.
No tocante à pesquisa estimulada, em segundo, com praticamente um terço das intenções de voto de Lula, aparece o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 12%; seguido de Marina Silva (Rede), com 6%; Ciro Gomes (PDT), com 4%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 3% e Álvaro Dias (Podemos), com 2%.
Henrique Meirelles (MDB-GO), Manuela D’Ávila (PC do B) e João Amoedo (Novo-RJ) têm cada um 1% das intenções de votos. Já Flávio Rocha (PRB-RN), Guilherme Boulos (Psol-SP), João Vicente Goulart (PPL), Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Paulo Rabelo de Castro (PSC) não pontuaram. O percentual dos que não vão votar em ninguém, brancos e nulos totalizou 21% e não sabem ou não responderam, 9%.
Regiões
No Nordeste, Lula tem 56% das intenções de votos, contra 7% de Bolsonaro e Ciro, que empatam na Região; Marina tem 6% e Alckmin apenas 1%. Os demais não pontuaram. No Sul, 31% dos entrevistados votariam em Lula, 18% em Bolsonaro e 10% em Álvaro Dias; Marina e Ciro empatam, com 4% cada e Alckmin aumenta para 2%, empatando com João Amoedo. Meirelles, Manuela e outros têm 1%.
Pesquisa espontânea
No cenário espontâneo, Lula também está bem na frente dos demais candidatos. O ex-presidente tem 34% das intenções de votos, Bolsonaro surge em segundo lugar, com 10%; Ciro e Alckmin voltam a empatar, com 3% cada; Marina e Joaquim Barbosa, que desistiu da candidatura, surgem com 2% cada; e Álvaro Dias, com 1%. E 5% dos entrevistados disseram que vão votar em outros, 25% ninguém, brancos e nulos, e 16% não sabem ou não responderam.
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, Lula venceria todos os adversários com larga vantagem. Venceria Marina com 45% contra 14% da candidata da Rede; Já contra Alckmin e Bolsonaro, Lula alcançaria 47% dos votos contra 11% e 16%, respectivamente.
A pesquisa CUT/Vox Populi foi realizada com brasileiros de mais de 16 anos, residentes em áreas urbanas e rurais, de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior, de todos os estratos socioeconômicos.
Foram ouvidas 2.000, em entrevistas feitas em 121 municípios. Estratificação por cotas de sexo, idade, escolaridade e renda.
A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.
Ibope confirma
A pesquisa do Ibope confirma a liderança do ex-presidente no estado de São Paulo, com 23% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro (PSL-RJ), com 19%.
No levantamento em São Paulo, o ex-governador tucano Geraldo Alckmin surge com 13%. Em quarto, Marina Silva (Rede) aparece com 9% e em quinto Ciro Gomes (PDT), com 3%.
O Ibope informa que os votos em branco e nulos somam 21%. Outros 5% não sabem ou não responderam.
O Ibope ouviu 1008 pessoas entre os dias 24 e 28 de abril. O levantamento tem nível de confiança estimado em 95% e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o número BR-06360/2018.
Brasil 247/Blog do Esmael

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *