PF interrogou Aécio sobre Furnas

Escrito por:
Santidade em pessoa
( AFP/ Andressa Anholete)

Segundo o Estadão, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi interrogado por cerca de uma hora na manhã de hoje, na Polícia Federal (PF), em Brasília, na condição de investigado em um inquérito que apura irregularidades em Furnas, estatal do setor elétrico.
Propina
O advogado criminalista Alberto Zacharias Toron, que defende Aécio no caso, disse que o cliente respondeu a todas as perguntas feitas pelo delegado da PF e acrescentou que o cliente “fez questão absoluta de esclarecer tudo”.
Nesse inquérito, um dos sete nos quais é investigado no Supremo Tribunal Federal (STF), Aécio é suspeito de receber propina do ex-diretor de Furnas, Dimas Toledo, em um esquema de desvio de recursos na estatal.
Adiado
O interrogatório estava marcado originalmente para a semana passada, mas foi adiado depois de o ministro Gilmar Mendes, relator deste inquérito no STF, atender a um pedido da defesa e garantir acesso aos termos de depoimentos prestados por testemunhas de acusação, o que havia sido negado pela Polícia Federal.
O advogado de Aécio disse ao Estadão que, “a ênfase que se deu, é que toda a suspeita que se lançou sobre ele veio por informações ‘por ouvir dizer’. Ele refutou tudo que foi dito”, afirmou Toron ao Estado.
Certamente que não se esperaria outra coisa de Aécio Neves, cuja “santidade” é de fazer inveja aos tradicionais santos da Igreja Católica.
Com Estadão

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *