Pivetta e Fávaro detonam Pedro Taques

Escrito por:
Ex-companheiros abriram fogo pesado
(Secom MT)

Esta semana, num áudio veiculado nas redes sociais supostamente creditado ao ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (de volta ao PDT), o governador Pedro Taques (PSDB) foi colocado “no último degrau da escada abaixo”, com críticas contundentes e elogios nem um pouco ortodoxos.
Um dos principais coordenadores da campanha de 2014, que elegeu Taques governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta se afastou dele, por discordar em vários pontos dos rumos que o governo estava tomando.
No final do áudio creditado a Pivetta, Taques é classificado como “ um cara que se acha mais honesto que todo mundo; um cara que é mau-caráter e doente”.
(Por alegadas questões de segurança, o aúdio não pode ser veiculado, mas o Blog Estela Boranga comenta possui uma cópia).
Manifesto
Não bastasse essa “enxurrada de elogios” vindos de Otaviano Pivetta, Taques também foi alvo de um manifesto do ex-vice-governador Carlos Fávaro (que preside o PSD regional),que renunciou ao cargo no início deste mês.
No manifesto de sete páginas, assinado por mais 30 ex-aliados do governador, são enumerados os motivos pelos quais não irão apoiar a campanha para reeleição de Taques, citando que são fatos concretos, que os decepcionaram ao longo desses quatro anos, afirmando na primeira página, no item Decepção, que: “Acreditamos que em 2014, Pedro Taques seria corajoso para tomar as medidas necessárias de transformação, que a população tanto almejava. Não fez”.

No terceiro parágrafo, afirmam que o que aconteceu nos quatro anos de governo Pedro Taques, foram “vaidades, intrigas, brigas, piora nos serviços públicos, falta de planejamento , promessas não cumpridas” e outros pontos discordantes mais.
Ontem (26), Carlos Fávaro anunciou apoio do PSD à candidatura do senador Wellington Fagundes (PR) ao governo de Mato Grosso, devendo ele (Fávaro), sair candidato ao Senado.
(O blog também tem em seu poder, cópias de todo o Manifesto)
Vice
A candidatura de Taques à reeleição poderá ainda sofrer séria e prejudicial   exposição, se o nome que alguns veículos de comunicação, afoitamente, cogitam para ser seu vice, vir a se confirmar.
Esse nome – anunciado como sendo da Região Sul do Estado – teria uma série de “capivaras” pendentes, que com certeza, serão mostradas pelos adversários de Pedro Taques, no desenrolar da campanha.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *