Políticos fazem doações com dinheiro público

Escrito por:
Assessoria de Sachetti diz que emendas têm caráter filantrópico
(O Documento)

Esta semana, duas notícias circularam freneticamente nas redes sociais do Brasil, dando conta de doações feitas através de emendas parlamentares, pelos deputados federais Adilton Sachetti (sem partido) e Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Sachetti
Adilton Sachetti, de Mato Grosso, destinou R$ 1 milhão ao Hospital Beneficência Portuguesa (entidade privada, que é referência nacional no tratamento de câncer e que possui convênio com o Sistema Único de Saúde – SUS), de São Paulo, onde sua esposa, Rose Sachetti, esteve internada no ano passado para tratamento de leucemia, que acabou ceifando sua vida.
O valor total é fruto de duas emendas de Sachetti, sendo a primeira de R$ 600 mil, que foi empenhada em 2017 e a segunda, empenhada este ano, de R$ 400mil, destinadas a implantação, aparelhagem, adequação da unidade de saúde e aquisição de unidades móveis (ambulâncias).
Também foram encaminhadas por ele, emenda de R$ 400 mil para o Hospital de Câncer de Barretos (SP), igualmente referência nacional no tratamento de câncer e ao Hospital de Câncer de Mato Grosso, no valor de R$ 3,862 milhões, que tramitam na “Redação Final – Autógrafo”.
Informação repassada por sua assessoria de imprensa cita que as emendas destinadas à Beneficência Portuguesa não têm ligação com o tratamento de sua esposa, uma vez que todo o procedimento foi pago pelo próprio deputado e que por ser defensor da Saúde, o deputado sempre que possível, aborda assuntos ligados ao combate ao câncer. Inclusive, pedindo a seus colegas que enviem emendas a hospitais filantrópicos.
Rodrigo Maia
A outra notícia é em relação à Medida Provisória (MP), que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, promulgou ontem enquanto esteve no comando interino do Palácio do Planalto – durante a viagem de Michel Temer (MDB) a Davos, na Suíça – doando R$ 792 mil dos cofres públicos, para a restauração da Basílica da Natividade, em Belém, na Cisjordânia.
Os recursos serão repassados ao governo palestino, por meio de dotação orçamentária do Ministério das Relações Exteriores e foram agilizados três meses depois de Maia ter viajado com uma comitiva parlamentar para a cidade de Belém e feito uma visita ao templo religioso.
A Basílica da Natividade é um dos templos cristãos mais antigos do mundo e, segundo a lenda, foi construída sobre o local onde Jesus Cristo teria nascido.
Da Redação com informações Folhamax e Folhapress


um comentário

  1. Existe escândalo maior que os desvios do BOLSA FAMÍLIA, milhões e milhões que foram parar no bolso de vigaristas que não tinham perfil para estar no programa? Isso, no meu singelo entendimento, foi, também, doação imoral com dinheiro do contribuinte. Até agora FDP algum foi para a cadeia!

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *