Posse dura 13 minutos; Temer faz o juramento e vaza

Escrito por:
Waldemir Barreto/Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado

O golpista Michel Temer (PMDB) tomou posse na tarde hoje, numa cerimônia que teve 13 minutos de duração, ladeado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pelo presidente do Senado Federal, Renan Calheiros e pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski.
Iniciada as 16h41 no Plenário do Senado, a solenidade teve a execução do Hino Nacional pela Banda dos Fuzileiros Navais e logo em seguida, Temer prestou juramento, em que prometeu “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro (?) e sustentar a união, integridade e independência do Brasil”.
Em seguida, Renan Calheiros declarou o golpista empossado para o período de 31 de agosto de 2016 a 31 de dezembro de 2018 e assinou o termo de posse, que foi assinado por Temer e pelos membros da mesa.
Assinado o termo, Renan Calheiros agradeceu a presença das autoridades que compareceram e encerrou a sessão.
O golpista e seu séquito vazaram rapidinho do Congresso, antes que alguém pudesse puxar vaias.
Daqui prá frente, “guenta” o rojão, Temer. Alea jacta est! (A sorte está lançada)
Com: Agência Senado

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *