Prefeitura lançou o “Programa Fila Zero”

Escrito por:
Programa foi lançado ontem
(Wheverton Barros)

Numa sugestão apresentada recentemente pelo vereador  Batista da Coder (SD) – que retorna hoje de Londrina (PR), onde cumpre visita oficial da Câmara Municipal – o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) lançou ontem à tarde, o Programa Fila Zero, que deve acabar com a espera de pacientes que aguardam por cirurgias eletivas, exames e consultas com médicos de especialidades como: dermatologista, oftalmologista, angiologista e gastroenteorologista. Os exames pré-operatórios vão começar a ser feitos ainda esta semana, de acordo com a fila de espera, iniciando com os pacientes que estão há mais tempo aguardando.
A demanda de pacientes vem sendo acumulada há cerca de seis anos, totalizando hoje 8.678 pessoas que aguardam cirurgias de vesícula, hérnias e vascular. Para exames de tomografia computadorizada e ressonância magnética são cerca de 18 mil pessoas na fila e para realizar consultas esse número sobe para 39 mil pacientes. No total o programa vai atender cerca de 80 mil pessoas.
As cirurgias serão realizadas numa parceria da Prefeitura de Rondonópolis com a Santa Casa de Misericórdia, com o Hospital Regional Irmã Elza Giovanella e o Hospital São João Batista, da cidade vizinha de Poxoreo, que deverão, em conjunto, realizar uma média de 240 cirurgias mensais.
Todo o investimento no programa é oriundo de recurso próprio do município, e está orçado em R$ 5,9 milhões.
“A nossa gestão está diminuindo a dependência de Cuiabá para fazer os atendimentos. Gradativamente estamos buscando ter uma saúde autônoma, independente. Atualmente temos dois ônibus indo para a capital levar pacientes para fazer exames e tratamentos e a partir da semana que vem os exames serão feitos por aqui”, comentou o prefeito.
Para garantir que os pacientes que estão na fila tenham acesso ao programa a secretária de Saúde do município, Izalba Albuquerque fez um alerta para que os pacientes mantenham seus dados pessoais atualizados e caso tenham alguma alteração procurem a unidade de saúde mais próxima para fazer a atualização. “Os primeiros procedimentos vão atender aos pacientes que aguardam por cirurgias de vesícula. Quando acabarmos a demanda, passaremos para as cirurgias de hérnia e na sequência, as vasculares”, pontuou.

Continue Lendo


um comentário

  1. Aliás, ZERO é o que não falta para essa administração:
    ZERO para o tapa-buraco;
    ZERO para conservação das estradas vicinais;
    ZERO para as obras ao longo da Avenida dos Estudantes (vai ser preciso morrer alguém para a Prefeitura tomar providências para com os desmoronamentos de barrancas que estão lá acontecendo);
    ZERO para a Taxa do Lixo;
    ZERO para as “tiriricas” que estão infestando praças e rotatórias;
    .
    .
    .

Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *